As igrejas Evangélicas cresceram 130% em 12 anos na Bolívia!

O pluralismo religioso acentuou-se na Bolívia nos últimos 12 anos. Neste tempo, o Catolicismo perdeu sua hegemonia na sociedade boliviana. De 1995 a Novembro deste ano, 217 novas associações evangélicas alcançaram sua personalidade jurídica, chegando a um total de de 378, quando até 1995 haviam 161 inscrições na lista governamental, ou seja, aumento de 130%. Segundo o censo INE, até 2005, constatava-se 56,55% dos bolivianos era católico, e 36, 45% era protestante ou evangélicas.

Essas cifras não são tão favoráveis as congregações Católicas, posto que somente 11 novas sedes foram abertas na Bolívia no mesmo período de análise, quando em 1995 existiam 218, subindo ao ritmo de 5% de 1995 a 2007. Tais números ratificam pesquisas bolivianas que apontam o auge do protestantismo no país. As Congregações, associações, organizações não governamentais e seitas religiosas com personalidade jurídica somaram 703 na Bolívia.

A bem da verdade, essa tendência de crescimento do protestantismo é um fenômeno mundial, inclusive no Brasil. O maior exemplo no vizinho tupiniquim, é a expansão intensa da Igreja Universal do Reino de Deus, liderada pelo Bispo Edir Macedo. As Igrejas protestantes modernizaram-se ao extremo, adaptaram seus cultos ao cotidiano da população, tornando-se algo mais palpável e acessível aos mais pobres, assemelhando-se a grandes empresas. Os cultos a Prosperidade em meio a tanta pobreza nos países do terceiro mundo, alcançou sucesso inimaginável no imaginário dos tão bem intencionados fiéis cristãos.

share save 171 16 As igrejas Evangélicas cresceram 130% em 12 anos na Bolívia!
Esta entrada foi publicada em América Latina, Religião. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

2 respostas a As igrejas Evangélicas cresceram 130% em 12 anos na Bolívia!

  1. edvando disse:

    A bolivía esta se mordenizando e se adaptando as Igrejas evangélicas,fico muito contente com essa noticia que é uma benção do Senhor JesusCristo.

  2. Surpresa!
    Pedro Liasch Filho lança um dos livros mais corajosos dos últimos tempos: EVANGÉLICOS EM BUSCA DO SEU LEGADO HISTÓRICO. Editora Biblioteca24horas.
    Revelando que a grandeza da obra evangélica esvaziou-se plenamente, o livro demonstra que o belo termo “evangélico”, já perdeu o bom conceito. Maculado pela má conduta de falsos líderes travestidos de pastores, bispos e apóstolos, o vocábulo se converteu em estigma de escândalo. Em tempos idos o adjetivo indicava lealdade e pureza. Os líderes evangélicos eram varões distintos e exemplares! Hoje, porém, declarar-se “evangélico” é uma vergonha!
    Contato do autor: pedro@reviva.com.br; Fones: 3562.4777 e 9820-8380.

Deixe uma resposta